Sobre ser


Eu to afundado num mar sem fim
E nao me afogo
Porque, enfim
A gente, às vezes, morre por tão pouco
Mas também morre de tanto viver

Mas a vida não acaba, né?
A gente se acaba e nunca deixa de ser.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...